ITV Cultura

A arte é uma das muitas formas que expressamos nossas emoções, nossa história, vivências e valores. Seja como artista ou espectador, contemplar as artes é muito apreciado e valorizado pela sociedade, além de ser uma importante ferramenta na educação. 

A ITV URBANISMO entende que as artes e a cultura sejam uma das muitas maneiras de construção da identidade de um país e da sua população.

Dedicamos este espaço aos artistas e seus trabalhos, como forma de divulgar e incentivar, unindo talentos ao seu público. Agradecemos a sua visita.

Nayana Camurça faz 1ª exposição da carreira no espaço ITV Cultural

Assim como os dias são únicos, variando com o peso da carga carregada e a força dos braços, as gravuras também são um espelho do dia a dia da artista. Nos dias mais pesados, as gravuras têm tons mais fortes e, nos dias mais tranquilo, a tinta fica mais leve. “O movimento do corpo, das mãos e as forças exercidas na criação das manchas nunca são iguais. Elas são determinadas pelas sensações e acasos que ocorreram no dia da sua feitura”, disse a artista.

As muitas possibilidades da pintura

reabrem o novo espaço ITV Cultural

 

A exposição “Proposições pictóricas”, com 15 artistas do Núcleo de Pesquisa em Pintura e Ensino (Nuppe), pode ser visitada até dia 28 de novembro.

Pictórico é tudo que é relativo à pintura e não é feito necessariamente com tinta e pincel. O termo também faz parte do título da exposição de arte “Proposições pictóricas”, aberta nessa quinta-feira (13), nas novas instalações da ITV Cultural, dentro da ITV Urbanismo. Os 15 artistas do Brasil e exterior que formam a coletiva são pesquisadores do Núcleo de Pesquisa em Pintura e Ensino (Nuppe), vinculado ao Instituto de Artes da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Os trabalhos ficam abertos à visitação até o dia 30 de outubro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, com entrada gratuita.

Pelas paredes da nova galeria, mais ampla e acessível, com elevador para quem tem dificuldade de locomoção, o visitante pode dar um salto sobre a pintura, indo além do que se pinta e como se pinta. Em cada trabalho é possível conhecer novos materiais e procedimentos, como a própria tinta a óleo até passar por limalha de ferro oxidado, fotografias, pinturas moldadas e outras obras com materiais não convencionais. Na lista desses artistas e alquimistas estão Alexandre França, Aninha Duarte, Brayan Arantes, Beth Shimaru, Carmen Nolorve, Camila Moreira, Dayane Jusitino, Elsieni Coelho, Flaviane Malaquias, Gladyse Robles, Jane Côbo, Karina Sousa, Roberta Melo, Rodrigo Freitas e Sérgio Rhodrigues.  

O trabalho de Aninha Duarte, também curadora da exposição, é denominado “Medianeiros e Medianeiras” e é mostrado pela primeira vez no Brasil. A pintura sobre tecido, com colagem e decupagem de imagens de alguns santos intercessores, já cruzou o oceano e foi mostrado em Évora, em Portugal, com outras obras da artista. A professora da UFU e pesquisadora de longa da data da religiosidade fez um tributo às medalhas que mais são vendidas em bancas montadas em festas católicas, como na cidade de Romaria, por exemplo. “São os santos forçosos, na linguagem popular. Vi as imagens que mais se repetiam nas bacias cheias de medalhas nas bancas. No meu trabalho, eu preenchi algumas medalhas e outras ficaram vazadas, para que o público preencha com o seu próprio medianeiro espiritual”, disse Aninha.

Já a pintura moldada de Jane Côbo é um recorte de um outro trabalho que ela fez, chamado “A bruta flor do querer”, quando ela revestiu, com flores vermelhas, uma coluna de quase 5 metros de altura na Oficina Cultural, em Uberlândia. Esse recorte já foi mostrado também em Uberaba e volta para Uberlândia em novo formato. “Essa parceria do Nuppe com a ITV é fantástica, porque temos poucos espaços disponíveis na cidade para os artistas mostrarem os seus trabalhos. Eu acho muito rico e válido”, disse Jane.

Rodrigo Freitas também trouxe um recorte com 8 telas do trabalho “Vigilância”, composto inicialmente por 30 pinturas que mostram imagens de câmeras de vigilância instaladas próximo a cartões postais de Belo Horizonte. O trabalho foi feito em 2011, quando Rodrigo teve acesso às imagens do Mirante das Mangabeiras, da Praça do Papa e do Parque Municipal da capital mineira. “Mas para Uberlândia, eu trouxe o Mirante das Mangabeiras. O que eu faço é desviar esse olhar que monitora tudo para a paisagem do lugar, trazendo a discussão para as questões da pintura”, afirmou Rodrigo, que também é curador da exposição “Proposições pictóricas” e professor da UFU.

A ITV Cultural é um espaço expositivo, com a finalidade de apoiar as artes visuais, com incentivo da ITV Urbanismo, a mais antiga incorporada do Brasil, criada em Uberlândia em 1937.  “A parceria entre o Nuppe e a ITV já tem mais de 14 anos. Algumass empresas de Uberlândia ajudam eventualmente, mas sequenciado, de longa data, só ocorre aqui, na ITV”, disse Aninha Duarte.

Serviço: A exposição “Proposições pictóricas” pode ser visitada de 13 de setembro a 28 de novembro, das 9h às 17h, no ITV Cultural, na avenida Getúlio Vargas 869, Centro. A entrada é gratuita.

ITV URBANISMO

SÃO PAULO

R. Canadá, 271 - Jd.América - SP

t. 11. 4765 9389

Uberlândia

Av. Getúlio Vargas, 869 - MG

t. 34. 3230 7600

Uberlândia

ESTANDE de vendas leste

Av. Segismundo Pereira, 4.460 - MG

t. 34. 3227 2200

MAPA DO SITE

novos_negócios.png
boleto ecologie.png

Boleto

Ecologie